Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2008

APRESENTAÇÃO FUND. ANA LIMA - TARDE

Imagem
NA PARTE DA TARDE, COMO NOVA ATRAÇÃO, ALÉM DA BANDA PROJETO S/A, ESTIVERAM AS CRIANÇAS DO PROJETO RITMO E ALEGRIA DA FUNDAÇÃO WALDEMAR ALCÂNTARA, PARCEIRA DO PROJETO, QUE MOSTRARAM PELA PRIMEIRA VEZ O COMEÇO DOS SEUS ESTUDOS MUSICAIS EM PÚBLICO. TIVERAM O ACOMPANHAMENTO DA BANDA E O APLAUSO DOS ALUNO DA TARDE DA FUNDAÇÃO ANA LIMA. A BANDA TEVE AINDA A PARTICIPAÇÃO DE CRISTIANO NO VOCAL EM SUBSTITUIÇÃO DE DANIEL QUE NÃO PÔDE COMPARECER NESSE PERÍODO.

ABERTURA DO PROJETO NA FUNDAÇÃO ANA LIMA - MANHÃ

Imagem
A ABERTURA DA PARCERIA DOS PROJETOS FOI FEITA PELA DIRETORA DA FUNDAÇÃO ANA LIMA ARISTELA HOLANDA, COM A PARTICIPAÇÃO DA BANDA PROJETO S/A (DANIEL-VOCAL, VICTOR-BAIXO, GEORGE-GUITARRA E TIAGO-BATERIA) FORMADA POR EX-ALUNOS DO PROJETO E COM ATENÇÃO MARAVILHOSA DAS CRIANÇAS ALUNAS DA FUNDAÇÃO. ESTIVERAM AINDA COLABORANDO NA PRODUÇÃO: PAULO RICARDO "BIDU" E CRISTIANO NOGUEIRA.

FUNDAÇÃO ANA LIMA - NOVA PARCERIA

Imagem
A FUNDAÇÃO ANA LIMA É UM PROJETO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DO GRUPO HAP VIDA COMO É MOSTRADO AO LADO.

APOIAMOS ESSE EVENTO

Imagem
VISTO COMO UM DOS BAIRROS MAIS VIOLENTOS DE FORTALEZA, PARA BOA PARTE DA POPULAÇÃO, UM ENGANO PARA QUEM NÃO CONHECE. O BOM JARDIM É UM CELEIRO DE GRANDES BANDAS DE ROCK E OUTROS ESTILOS E DE MOVIMENTOS CULTURAIS ORGANIZADOS. ENTRE ESSE EVENTO ORGANIZADOS PELA GALERA DO BOM JARDIM, ESTÁ O "ROCK ATÉ OS OSSOS", QUE ACONTECE DIA 23 E 24 DE FEVEREIRO NO ESPAÇO SHOPPING SOLIDÁRIO BOMIX, AV. OSÓRIO DE PAIVA 5623. UMA REALIZAÇÃO DA CUNDER (COOPERATIVA UNDERGROUND) E APOIO DO PROJETO SEMENTE DAS ARTES. UMA DAS ATRAÇÕES DO EVENTO É FORMADA EXCLUSIVAMENTE DE EX-ALUNOS DO PROJETO SEMENTE DAS ARTES, A BANDA ANESTESYA.

CADERNO 3 - FESTIVAL - AO DEUS ROCK - 07/FEV/2008

Imagem
Durante duas noites, dez bandas reverenciaram o Deus-Rock, dando uma opção ao mela-mela em Tejuçuoca Todos os rituais foram cumpridos, mesmo que o número de fiéis ainda não estivesse à altura das outras liturgias semelhantes — as da época, em favor dos festejos carnavalescos, com os funks, forrós e axés das “paredes” de som, ou aquelas de sempre, espiritualistas, eminentemente cristãs, em nome do Deus que não é carne. Assim, em pleno Carnaval, se deu o retiro iconoclasta dos rockeiros cearenses, pelo segundo ano consecutivo botando fé numa alternativa legítima às opções mais naturalmente repetidas. Ano passado em Guaiúba, o II Festival Rock Pé-de-Serra deu uma chacoalhada na pequena Tejuçuoca, cujo topônimo de origem indígena, “Morada dos Tejos”, passou a significar, ao menos nestas noites do sábado e domingo, “Morada do Rock”... No lugar do mela-mela, a Casa de Cultura da cidade foi cenário do rock melódico. E outras derivações do gênero. Sons, idéias e posturas estranhas para um

A REUNIÃO

Imagem
FOTO DAS BANDAS APÓS AS APRESENTAÇÕES. AGRADECIMENTO A TODAS, PELA QUALIDADE, ESFORÇO E CRÉDITO AO NOSSO PROJETO. EM BREVE FAREMOS MAIS E MAIS ENCONTROS COMO ESSE. PARABÉNS A TODAS AS BANDAS, SEUS PRODUTORES E AMIGOS.

O PÚBLICO

Imagem
TÍNHAMOS O DESAFIO DE REALIZAR UM EVENTO NUMA CIDADE QUE NÃO TEM NENHUMA TRADIÇÃO EM MOVIMENTOS CULTURAIS DIFERENCIADOS COMO O NOSSO, SUA ESPECIALIDADE É REALIZAR EVENTOS POPULARES COMO O TEJUBODE. NÃO SABIAMOS COMO SERIA A RECEPTIVIDADE NEM A QUANTIDADE. MESMO ASSIM SEGUIMOS ENFRENTE E FIZEMOS. FOI TUDO MUITO BOM E ORGANIZADO, A PRESENÇA FOI A ESPERADA, MESMO COM NOSSA INTERROGAÇÃO. O ROCK PÉ-DE-SERRA II DO SEMENTE DAS ARTES, FOI APROVADO PELO POVO DE TEJUÇUOCA.

AGRADECIMENTOS

Imagem
AGRADECIMENTOS A EQUIPE QUE FOI DE FORTALEZA PARA O EVENTO. GEÓ (SOM), GLEISSON E BIDU (LUZ E CAMERA) E TARCIANNY (ASSISTENTE DE PRODUÇÃO). FORAM MARAVILHOSOS E COMPETENTES. AGRADECER TAMBÉM O APOIO DOS MÚSICOS DA THE GOOD GARDEM: ALEXANDRE E ANDERSON, ALÉM DO PESSOAL DE TEJUÇUOCA: CINTIA E ELISEU (EDUCAÇÃO E CULTURA), JOÃO E GEGÊ (MOTORISTAS), SILVINHA (ALIMENTAÇÃO) E TODOS QUE COMPARECERAM AO EVENTO, TANTO DE TEJUÇUOCA COMO DE FORTALEZA. AGRADECIMENTOS ESPECIAIS A DONA EDNA (CENTRO INTERESCOLAR), DONA HELENA ALVES (CASA DA CULTURA), FRANCISCO CARLOS (SEC. EDUCAÇÃO) E PREFEITO EDILARDO E ESPOSA E OS PARCEIROS QUE COLABORARAM DE UMA FORMA OU DE OUTRA PARA O SUCESSO DESSE EVENTO.

BANDAS DO DOMINGO

Imagem
QUEM ABRIU A NOITE A BANDA MAFALDA MORFINA, COM SEU ROCK AUTORAL E COVERS CLÁSSICOS DO ROCK MUNDIAL. COMEÇOU INCENDIANDO O PÚBLICO QUE CHEGOU COMO UM BLOCO DE CARNAVAL. A SEGUNDA ATRAÇÃO DA NOITE FOI A BANDA RELICÁRIO COM SEU SOM COM PITADAS DE EXPERIMENTOS E UMA LINHA MAIS MESCLADA DE RITMOS. EM SEGUIDA VEIO A JUVENTUDE E PESO DOS GAROTOS DA DIFFUSÃO, QUE LEVOU A LOUCURA AS ADOLESCENTES PRESENTES. E ENCERRANDO, A INUSITADA BANDA BONECAS DA BARRA, COM SEU FIGURINO SAIDO DOS GUARDA-ROUPAS DE IRMÃS, MÃES, PRIMAS E NAMORADAS. COM UM ROCK MAIS CRU E DEBOCHE TÍPICO DO CEARENSE E DOS ROCKEIROS MAIS ANTIGOS.

EQUIPE DE REPORTAGEM

Imagem
DEPOIS DA EXCELENTE MATÉRIA FEITA PELA EQUIPE DO CADERNO 3 DO DIÁRIO DO NORDESTE, ELES COMPARECERAM DANDO GRANDE CRÉDIBILIDADE AO EVENTO. NA EQUIPE ESTAVAM: HENRIQUE NUNES (JORNALISTA), KID JR. (FOTOGRAFO) E O PROFESSOR (DIREÇÃO). ENTREVISTARAM INTEGRANTES DE BANDAS, PRODUÇÃO E POPULARES DA CIDADE. PRESENÇA QUE MARCOU PARA QUE NÓS CONTINUEMOS A LEVAR NOSSOS PROJETOS AVANTE, MESMO COM INTEMPÉRIES E ACASOS. AINDA HÁ PESSOAS QUE ACREDINTAM EM PROJETOS SÉRIOS E SONHOS NA CONTRA-MÃO DOS MEIOS "NORMAIS". AGRADECEMOS A TODOS DA EQUIPE DO CADERNO 3.

BANDAS DO SÁBADO

Imagem
A PRIMEIRA BANDA FOI A 13 ROCKDALE, QUE FEZ UM SHOW AUTORAL E APRESENTOU MÚSICAS DE SEU CD. EM SE SEGUIDA VEIO A VINIL ELÉTRICO, QUE MOSTROU UM SOM BEM REFINADO E INTELECTUAL. PRA FAZER PEGAR FOGO O PRIMEIRO DIA, VEIO DEPOIS A BANDA LAVAGE COM SEU PUNK ROCK AUTORAL E ALGUNS COVERS DE LENDAS DO PUNK MUNDIAL. ENCERRANDO A NOITE, A BEM HUMORADA THE GOOD GARDEM, QUE TROUXE A TIRA-COLOR SEUS FÃS E PARTICIPAÇÃO ESPECIAL. NOITE MARAVILHOSA E ACIMA DAS EXPECTATIVAS. MAIS UMA VEZ A SEMENTE PLANTADA, GERMINOU.

WORK SHOP E CORDEL

Imagem
A BANDA CONSCIÊNCIA MUSICAL, QUE TERIA QUE INICIAR SEU WORK SHOP AS 16HS E NÃO ACONTECEU NESSE HORÁRIO POR 2 MOTIVOS: O PREFEITO SOLICITOU QUE COMEÇASSEMOS AS 19HS E POR A ROTA FEITA PELA BANDA FOI ERRADA PELO MENOS 120KM, AO INVÉS DE SEGUIREM PARA TEJUÇUOCA PELA 222, FORAM PRA CANINDÉ E SEGUIRAM ATÉ O EVENTO SUA SAGA PELAS ESTRADAS CARROÇAIS DO SERTÃO. APÓS A APRESENTAÇÃO DA BANDA CONSCIÊNCIA MUSIAL, TIVEMOS A APRESENTAÇÃO DE UMA DAS MAIORES CORDELISTA DE TEJUÇUOCA, DONA DADÁ, QUE LEVANTOU APLAUSOS E GARGALHADAS DO PÚBLICO, COM SEUS CORDEIS ESPIRITUOSOS E INTELIGENTES. AGRADECER AO ESFORÇO TANTO DE DONA DADÁ COMO DE TODA A BANDA CONSCIÊNCIA MUSICAL CAPITANEADA POR SAMUKA (BATERA), HAMILTON JR. (BAIXO), MÁRCIO POIZÉ (TECLADO) E O MAIS NOVO INTEGRANTE MARCOLINO (GUITARRA).

SÁBADO 02 DE FEVEREIRO

Imagem
PREFEITO EDILARDO COM EQUIPE, CASA DA CULTURA, PREFEITO E ESPOSA E APRESENTANDO O EVENTO. POR SOLICITAÇÃO DA GESTÃO MUNICIPAL O EVENTO MUDOU DE HORÁRIO E COMEÇOU AS 19HS. PREFEITO E GESTORES MUNICIPAIS IMPRESSIONADOS COM UM EVENTO DIFERENCIADO EM SEU MUNICÍPIO E QUE TEVE GRANDE ACEITAÇÃO POR PARTE DA SOCIEDADE LOCAL.

02 DE FEVEREIRO - SÁBADO - ANTES DO SHOW

Imagem
FOTO ANTES DA PARTIDA PARA TEJUÇUOCA, NO ÔNIBUS, PALCO E EQUIPE: ELISEU (TEJUÇUOCA), GLEISSON, BIDU, TARCIANNY, GEÓ E JOFRAN.

CADERNO 3 - FESTIVAL - TEM ROCK NA FOLIA

Imagem
CADERNO 3 - 02 DE FEVEREIRO DE 2008 FESTIVAL TEM ROCK NA FOLIA Rock no carnaval: o Festival Rock Pé-de-Serra 2, que acontece em Tejuçuoca, promete agradar outros ouvidos Como alternativa para quem não é muito fã das folias de carnaval, marchinhas ou o eterno mal gosto do mela-mela, o Ceará já tinha o Festival de Jazz e Blues, que acontece em Guaramiranga há nove anos. Quem não tem ouvidos para o axé ou o jazz, ficava meio sem ter saída: ou procurava o sossego de Fortaleza ou fugia para cidades como Jericoacoara. O quadro vem mudando. No interior do Estado, Tejuçuoca (a 142 quilômetros de Fortaleza) é palco para mais um passo em direção à diversidade: acontece hoje e amanhã, isto mesmo, em pleno sábado e o domingo de carnaval, o Festival Rock Pé-de-Serra 2, com oito bandas escolhidas através de um processo seletivo e duas bandas convidadas. Durante a programação, a Casa da Cultura, palco dos shows, também recebe apresentações de cordelistas e duas oficinas a cada dia. Lá vai funci