VIDA SIMPLES: HORTA SUSPENSA

Para muitas pessoas ter uma horta em casa é algo bastante complicado. Mas diferentemente desse pensamento, é  possível  você começar com poucas espécies,  pesquisando  a mais fáceis  e  de cuidados simples. Sabendo que irá precisar planejar o que plantar, disciplinar os horários, pois as plantas são seres que precisam de cuidados diários para que elas se desenvolvam belas e saudáveis.

Existem várias possibilidades de se fazer horta, com muito ou pouco espaço. Por isso esqueça a desculpa de que mora em apartamentos, casas pequenas ou sem verde. Há diversas opções de cultivo para pequenos espaços: horta verticais suspensa, hortas em jarros nas janelas e áreas de serviço, desde que tenha ventilação, água e um pouco de luz.

São inúmeras as vantagens: alimentação saudável da sua família sem  agrotóxicos, a possível integração familiar com o contato com as plantas, se tiver crianças é ainda mais interessante para que ela tenha a vivência do desenvolvimento das plantas, dando até responsabilidade e disciplina, terapia ocupacional, melhora na qualidade do ar, além de ser conceito ecológico, pois acontece a otimização de espaços em sua casa, escritórios, escolas, apartamentos outro que você utilize diariamente, o uso racional da água e materiais que iriam ser descartados podem ter seu reaproveitamento para  o cultivo.

Os alimentos poderão ter grande qualidade se você se dedicar, ter uma observação e cuidado constante com adubação, irrigação, drenagem e outras necessidade que suas plantas precisarão. Dependendo da espécie, poderá ter mais ou menos cuidados. Dependendo também da sua criatividade ou mesmo a vontade de pesquisar, sua horta caseira pode ser um espaço paisagístico, com as formas e posicionamentos que você der a ela. A Europa, em alguns lugares já fazem os jardins comestíveis, onde misturam o cultivo de plantas ornamentais e comestíveis em praças e jardins.

Algumas dicas para vários tipos de espaço:

Quintal: direto na terra, da forma mais conhecida, se não tiver bichos, não terá muitas preocupações. 

Vertical: utilização de paredes, telas e outros modos de pendurar suas plantas em vários tipos de recipientes: garrafas, botas, vasos, latas e outros.

Corredores: caixas de madeira, baldes, latas e outros.

Janelas e áreas de serviço: pode utilizar esses espaços para  colocar seus vasos e outros recipientes com suas hortinhas

Lembrando sempre de que todos esses espaços tem que ter uma boa iluminação solar, ventilação, água, algumas com drenagem de pedras ou cacos de telha e cuidado com animais domésticos para não quebrarem ou fazerem as necessidades nas plantas.

O que  você vai plantar vai depender muito do seu gosto, necessidade e oportunidade de conseguir as sementes ou plantas. Dependendo do seu espaço, você pode ter múltiplas variedades de verduras, legumes, temperos e outras especiarias. 

Dicas: 

Tomate, das mais variadas espécies, coentro, cebolinha, rúcula, alface, hortelã, salsinha, alecrim, manjericão, couve, pimenta de várias espécies, brócolis, espinafre, repolho, repolho, agrião, cenoura, beterraba, rabanete, batata, morango, uvas, a quantidade de plantas são inúmeras. Pesquise antes a que melhor se adapte para seu espaço e modo de vida e cuidados. Também dos cuidados para cada cultivo.

Devido ao grande desequilíbrio ambiental, sua horta, mesmo pequena e caseira, está sujeita  a visita de outros seres: insetos, fungos e outros que podem vir para se alimentar. Não utilize venenos, sprays ou outros chamados "defensivos", pois não defendem nada, ele contaminam suas plantas, você e o ambiente. Pesquise o tipo de invasor e como combate-lo sem precisar desses recursos. De repente você pode utilizar uma outra planta próximo que traga o  predador natural desse problema, assim fazendo o controle biológico natural. Alguns desses seres podem ser tirados com as mãos mesmo, já que sua horta é pequena. 

Caso não consiga combater, busque os de uso natural, como as soluções de: alho, óleo vegetal, coentro, pimentas,  folhas de nim, chorume com água, vinagre, sabão neutro com água e outros que você pesquisando poderá achar fácil para o tipo de problema.

Se sua horta for em um espaço maior, faça rotatividade de variedades, para não empobrecer a terra. Pesquise a qualidade de sementes e mudas que você irá plantar. de referência as orgânicas ou crioulas. Tire sempre as plantas invasoras de suas plantações. O ideia é que sua horta, pequena ou grande esteja próximo a você para sempre está observando e cuidando.

Pratos coloridos com variedade de vegetais são importantíssimos para sua saúde, pois algumas substâncias que dão cores as plantas pode ser excelentes e essenciais a sua saúde.

COMO FAZER:

Na nossa CASA AMBIENTAL & MUSEU SEMENTE DAS ARTES, nós optamos por fazer uma horta suspensa em jirau, pelo fato de termos um quintal, não muito grande, mas que possibilitou construir.

Limpe o espaço que será construída a horta, marque as distâncias de um jirau para o outro e também a largura. Para essas distâncias é importante saber o tipo de material que irá usar para sua construção. No nosso caso usamos madeira de cercas, caibros de sobra de obra, pedaços de tábuas e varas de sabia para a estrutura: forquilhas e bases.

Cave os buracos para a colocação das forquilhas que irão dar a sustentação da horta suspensa, sendo em média de 1 metro de largura por 2 metros de comprimento, com uma distância de um jirau para o outro de 1 metro para poder circular, com  a altura também de 1 metro.

Depois de marcado, corte as madeiras que precisam ser cortadas nos tamanhos adequados. Você pode utilizar na montagens: pregos, arames, fios, cordões ou cipó para a amarração das madeiras.

Depois de levantar o jirau, coloque a grade que irão segurar sua terra e adubo com as plantas. Em seguida cubra as varinhas com folhas de bananeira, palmeira, coqueiro ou outros que tiver disponível. Pode ser usado juta de saca de café ou ráfia do saca de arroz, já que essas sacas permitem que a água ultrapasse, assim fazendo a drenagem da horta.

Depois   de levantado o giral, é hora de colocar todo o composto de: areia e seu adubo, que pode ser de compostagem feito em casa mesmo ou comprado em alguma floricultura ou casa especializada. Nós produzimos nosso próprio adubo utilizando nossa composteira caseira e resíduos orgânicos da cozinha.

Um dica: caso você produza seu adubo, utilize o espaço abaixo do giral pra colocar folhas, cascas secas e galhos para que eles recebam parte do que cai da horta suspensa e umedece esse material, facilitando a compostagem.

Após alguns dias aguando para deixar o espaço bem mais preparado, você escolhe suas sementes ou mudas e comece a fazer sua plantação, sempre, como dissemos, pesquisando o tipo de cultivo, com as distâncias necessárias para cada uma delas.  Em nosso canteiro plantamos: coentro, cebolinha, alface e rúcula.

Alguns dias depois logo verá as sementes brotando, algumas levam mais tempo para desenvolverem, outras em dias estão já prontas para o uso. Você pode também no primeiro plantio, produzir sementes para um próximo plantio.

VIDA SIMPLES e autonomia é o caminho.

Plantando pra crescer o bem.

SONHANDO JUNTOS UM IDEAL DE MUNDO
Presidente Jofran Fonteles Borges - CNPJ 10.536.515/0001-64
Site: http://www.sementedasartes.com.br/
 Fanpage: https://www.facebook.com/SementedasArtes/
Canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/sementedasartes/videos

Comentários

Mais vistas

VIDA SIMPLES: FOGÃO A LENHA

FAVELA DO PAU FINIM - VISITA DE RECONHECIMENTO

VIDA SIMPLES: BANHEIRO SECO

BANDAS DO SÁBADO

NOTÍCIAS DE OUTUBRO 2020

ROCK PÉ DE SERRA - FESTIVAL MULTICULTURAL NO CARNAVAL