VIDA SIMPLES - PIA MÓVEL


O VIDA SIMPLES é uma proposta de se viver de forma sustentável, com pouco impacto para a natureza e em integração e equilíbrio, coerente com a proposta de SER e ESTAR feliz e em paz, saudável consigo, com os outros e com o universo.

Todos os exemplos que mostramos são realizados e testados na CASA AMBIENTAL & MUSEU SEMENTE DAS ARTE na comunidade de Carqueja dos Alves no município de Capistrano, no Maciço de Baturité ou em outras ações e projetos realizados fora de nossa sede.
PIA MÓVEL

Pia é uma plataforma dotada de uma cuba côncava, geralmente com uma torneira (ou duas, uma para água quente, outra para água fria) e ralo, usada principalmente em banheiros e cozinhas e locais de trabalho.

Pode ser de alumínio, cerâmica ou porcelana, Normalmente de pedra, por vezes, mármore ou granito. Possui uma torneira, mas há pias duplas utilizadas na cozinha profissional, numa das quais é feita a lavagem da louça e na outra é feito o enxágue ou se escorre o excesso de água.

Em algumas regiões do Brasil e em Portugal, costuma-se usar a palavra lavatório, como o recipiente onde se lavam as mãos e outras partes superiores do corpo. Alguns decoradores utilizam em seu projeto essa palavra, por a acharem menos "pesada" que pia, devido a um dos seus usos ser o banheiro.

Em algumas religiões a pia batismal é um vaso de pedra localizado no batistério, em que se verte a água utilizada para o sacramento do batismo.


Um dos principais problemas é quando a pia fica entupida. Por causa disso a cuba da pia fica cheio de água, impedindo assim sua utilização. Essa é uma das vantagens da pia móvel.

COMO FAZER: Comece pela base. No Nosso caso, começamos com a base de uma velha mesa que estava sendo jogada fora e se desmontando. Nesse momento, o que tínhamos em mãos era uma faca e martelo, além de um palet com cupim, 
Tiramos as partes velhas da antiga mesa, desmontamos o palet e fizemos o tampo da mesa e uma tira pra base da parte inferior. 

Tempos depois, quando estávamos mais preparados e com materiais adequados: furadeira, pregos, cola, rejunte, óleo de peroba, serra copo  começamos a montagem.


Completamos com palets a base do meio da mesa para receber os baldes de água limpa e usada. Nesse casa utilizamos 2 baldes de alumínio. Um é utilizado para armazenar água limpa que vai ser utilizada para lavar as mãos, rosto e outras necessidades. O outro balde de alumínio serve para receber essa água usada, que também será reaproveitada, ou em descarga ou em plantas que resistem a resíduos de lavagem.

Definimos o local onde ficará a cuba. Escolhemos um dos lados da mesa, por causa do posicionamento dos baldes.


A nossa cuba foi escolhida na cozinha. Era uma bacia dessas de inox (ou imitação). Mas você pode utilizar diversos outros tipos de vasilhas: bacia plástica, de alumínio, de barro, pinico de plástico ou ágata e outros.


Furamos ao centro da bacia com uma serra copo, onde será acoplada a válvula. Utilize a serra copo do diâmetro da sua válvula, para que não fique muito espaço e possa ter alguma vazamento.


A válvula, flange, dreno ou outro nome, pode ser de PVC ou metal. O nosso conseguimos de uma lavanderia quebrada que guardamos a peça que servia. No caso a válvula.
 


Depois da parte funcional e toda a estrutura pronta. Vamos a parte de revestir. A técnica que utilizamos foi o mosaico com sobras de construção.

Mosaico é possivelmente uma palavra de origem grega "obra das musas", embora a técnica seja antiga. É uma modalidade de arte decorativa milenar, que no período greco-romano teve seu apogeu. Na sua elaboração eram utilizados diversos tipos de materiais, como: pedra, plástico, areia, papel, conchas e outros, formando determinado desenho. 
É um embutido de pequenas peças (tesselas). O objetivo do desenho é preencher algum tipo de plano, geralmente, piso ou parede. Em nosso caso, o tampo da mesa para o acabamento da pia móvel. 
Para colar as pastilhas e pisos, utilizamos cola branca escolar somente.
Depois de o desenho feito, esperamos até o outro dia para está bem seco e utilizamos rejunte de pisos. Muito fácil de encontrar em qualquer depósito de construção. Preço baixo em pouca quantidade.
Depois disso, um macete interessante para dar uma certa impermeabilização é a utilização de óleo de peroba sobre o trabalho. Assim diminui a possibilidade de  infiltração e descole seu trabalho.


O uso é bem simples: um balde você sempre deixa cheio de água limpa e o outro seco. Sempre que for lavar as mãos ou fazer qualquer limpeza, pegue uma caneca, do seu gosto. A nossa é uma de alumínio de fazer café. Coloque no balde e use em cima da cuba.
Vantagens: economia de água. Numa escovação de dentes, uma torneira ligada em uns 2 minutos pode gastar uns 15 litros de água. Como a água é um recurso finito e não renovável, temos que ter cuidado. Além da economia financeira. E você ainda pode reutilizar a água servida. Tem a vantagem de não entupir, pois a válvula está sem cifão e direta para o balde. Outra vantagem é que você pode transporta para qualquer parte da casa. Assim, numa necessidade, pode te-la onde quiser.


 
Obs: Produzimos produtos como: a pia móvel, o filtro, pó de café, açúcar de rapadura e colorau (outra postagem) para nosso próprio uso na Casa Ambiental e Museu Semente das Artes, mas interessados em adquirir esses produtos e outras coisas que produzimos, solicitar por encomenda. Feito com amor e personalizado.
 SONHANDO JUNTOS UM IDEAL DE MUNDO
Presidente Jofran Fonteles Borges - CNPJ 10.536.515/0001-64
 (85) - 999543352 Tim -  987194478 Oi - 981325072 Vivo  (Whatsapp)
Site: http://www.sementedasartes.com.br/
 Fanpage: https://www.facebook.com/SementedasArtes/
Canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/sementedasartes/videos

Comentários

Mais vistas

NOTÍCIAS DE SETEMBRO 2019

VIDA SIMPLES: BANCO DE SEMENTES

VISITA A SERRA DO VICENTE

NOTÍCIAS DE FEVEREIRO 2020

VIDA SIMPLES: PIMENTA CALABRESA

VIDA SIMPLES: CESTOS DE COLETA SELETIVA

CASA AMBIENTAL & MUSEU - O que se trata?